59 aviões e helicópteros foram retirados da Rússia – quantos deles acabaram na Ucrânia – notícias Ucrânia


12 de fevereiro de 2024, 09h29

Desde o início da grande guerra, 59 aviões e helicópteros foram retirados da Rússia.  Alguns deles acabaram na Ucrânia - RosSMI

Mi-8 russo, transportado para a Ucrânia durante a Operação Tit
© GUR MO da Ucrânia

Desde o início de uma guerra em grande escala, nomeadamente de Março de 2022 a Junho de 2023, 59 aviões e helicópteros foram retirados da Rússia, relata a publicação russa Izvestia, acrescentando que algumas das aeronaves foram então utilizadas durante a guerra ao lado de Ucrânia. Por conta disso, o FSB já realizou diversas buscas na Agência Federal de Transporte Aéreo no âmbito de processos criminais relevantes.

A Rosaviatsia cancelou o registro de 36 das 59 aeronaves devido à sua venda no exterior. Destes, oito foram implementados em países “hostis”, pelos padrões do agressor.

“Três helicópteros Mi-8 posteriormente participaram da guerra ao lado da Ucrânia, e os Il-76 entregaram carga com os transponders desligados, escondendo informações sobre seus movimentos”, diz RosSMI.

Esta história levou à renúncia de Alexander Neradko no ano passado. Ele atuou como chefe da Agência Federal de Transporte Aéreo nos últimos 14 anos.

VOCÊ ESTÁ INTERESSADO

Lembramos que no dia 23 de agosto se soube que a Diretoria Principal de Inteligência da Região de Moscou, em cooperação com a Polícia Nacional Helicóptero de combate russo Mi-8 foi “reestacionado” com carga e documentação importante para o campo de aviação na região de Kharkov. A preparação para a operação durou seis meses. O piloto Maxim Kuzminov, que colaborou com o lado ucraniano, e a sua família estão agora na Ucrânia; outros membros da tripulação morreram.

Notou um erro?

Selecione-o com o mouse e pressione Ctrl+Enter ou Enviar um bug



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *