A Finlândia não precisa da OTAN para ameaçar a Rússia – Valtonen


16 de janeiro de 2024, 16h11

O chefe do Ministério das Relações Exteriores da Finlândia ridicularizou a narrativa de que a Finlândia aderiu à OTAN “para ameaçar a Rússia”

© weforum.org

A ministra dos Negócios Estrangeiros finlandesa, Elina Valtonen, ridicularizou a narrativa de que o seu país aderiu à NATO, supostamente para ameaçar a Rússia.

“A Finlândia não se tornou membro da aliança para ameaçar a Rússia. Kamon, cinco milhões de pessoas ameaçam a Rússia? [Смеется] Nós não vamos fazer isso. Não acredite em tais narrativas”, disse Valtonen durante Fórum Econômico Mundial (FEM) em Davos.

VOCÊ ESTÁ INTERESSADO

Ela enfatizou que a Finlândia aderiu à aliança para proteger os seus valores na vizinhança de um país imprevisível e agressivo.

“A OTAN não está a ser expandida pela força e são as pessoas livres nas democracias que escolhem se querem aderir ou não”, acrescentou.

A Finlândia tornou-se o 31º membro da OTAN em abril de 2023.

Notou um erro?

Selecione-o com o mouse e pressione Ctrl+Enter ou Enviar um bug



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *