Bloqueio do Google, YouTube e Gmail – os russos forçam os residentes do TOT a mudar para os serviços russos


08 de fevereiro de 2024, 07:12

Russos bloqueiam acesso aos serviços do Google em territórios ocupados

©pixabay.com

Nos territórios temporariamente ocupados da Ucrânia, os russos estão bloqueando o acesso aos serviços do Google, a fim de exercer maior controle sobre o campo da informação e forçar as pessoas a usarem análogos russos.

O Centro de Resistência Nacional relatou isso. Observa-se que os residentes de vários assentamentos no sul não podem usar o serviço de vídeo do YouTube, o mecanismo de busca Google, o Gmail e outros serviços da Alphabet.

VOCÊ ESTÁ INTERESSADO

“Desta forma, os ocupantes não só fortalecem o controle sobre o campo da informação, mas também os encorajam a mudar para análogos russos”, diz a mensagem.

O Centro de Resistência Nacional referiu ainda que a empresa Yandex, que possui um motor de busca com o mesmo nome, transmite informações aos russos e ajuda a rastrear a movimentação dos ucranianos nos territórios ocupados.

VOCÊ ESTÁ INTERESSADO

Lembramos que nas cidades capturadas no sul, os russos estão aumentando o número de câmeras CCTV para monitorar os residentes locais.

Além disso, os russos criaram uma base de dados de residentes dos territórios temporariamente ocupados da Ucrânia, suspeitos de “deslealdade”. Os funcionários do GRU e do FSB da Federação Russa estão preenchendo o banco de dados e as administrações locais os ajudam.

Notou um erro?

Selecione-o com o mouse e pressione Ctrl+Enter ou Enviar um bug



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *