Co-diretor de The Last of Us fala a favor da sindicalização depois de não ser creditado no programa da HBO

O co-diretor de O último de nósBruce Straley, se pronunciou em entrevista a favor da sindicalização, após não ter sido creditado em O último de nós da HBO como diretor do jogo.

Em entrevista ao LA Times, o ex-codiretor que descreve sua atual relação com cão impertinente como “tenso”, chamou a falta de crédito.

“É um argumento para a sindicalização que alguém que fez parte da co-criação desse mundo e desses personagens não está recebendo um crédito ou um níquel pelo trabalho que colocou nele.

Talvez precisemos de sindicatos na indústria de videogames para proteger os criadores.”

Ser devidamente creditado por um trabalho ainda é, infelizmente, um grande problema em toda a indústria de jogos, com o qual muitos desenvolvedores lidam, principalmente no início de suas carreiras.

É o tipo de questão que Straley está certo em levantar, pois é sabido que seu trabalho foi incrivelmente influente em dar vida a The Last Of Us. Embora Neil Druckmann continue sendo o único desenvolvedor com crédito proeminente durante os créditos do programa, listando-o como o escritor do jogo.

Fonte – [LA Times via VGC]

Deixe uma resposta