Greve dos agricultores polacos – o ex-presidente da Polónia Walesa apelou para não ter medo da Ucrânia


09 de fevereiro de 2024, 19h48

O ex-presidente da Polónia apelou às empresas europeias para não terem medo da Ucrânia

© EPA-EFE/CRISTOBAL HERRERA-ULASHKEVICH

O antigo presidente polaco Lech Walesa (1990-1995) apelou aos empresários polacos e outros europeus para que parassem de se preocupar com a Ucrânia e com o que a Europa chama de “influxo descontrolado” de produtos agrícolas ucranianos.

“Olhe para a Europa e veja o que Deus deu a cada um destes países. Por exemplo, Deus deu boas uvas à França. Os italianos receberam grandes artefatos históricos. Polónia – posição central na Europa – rotas comerciais. E a Ucrânia terá um solo fértil e ecologicamente limpo”, disse Walesa, falando num painel de discussão no Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais em Washington, segundo a Voice of America.

Walesa apelou “ao envolvimento em novas tecnologias nesta indústria e à cooperação com os ucranianos”.

VOCÊ ESTÁ INTERESSADO

Recordemos que no dia 9 de fevereiro, agricultores polacos bloquearam a fronteira ucraniana no posto de controlo Medika-Shegini. Eles não estão satisfeitos com o facto de a UE planear continuar o comércio isento de impostos com a Ucrânia – apesar do facto de as medidas comerciais autónomas atualizadas serem complementadas por um mecanismo reforçado para proteger o mercado interno da UE ou de estados individuais da UE.

Desde Fevereiro, a Polónia reforçou os controlos sobre os produtos agrícolas na fronteira entre a Polónia e a Ucrânia. Mais tarde, o ministro da Agricultura polaco, Czeslaw Sekierski, manifestou-se a favor de um bloqueio total às importações da Ucrânia de vários tipos de produtos agrícolas, como foi o caso dos cereais em 2023.

Notou um erro?

Selecione-o com o mouse e pressione Ctrl+Enter ou Enviar um bug



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *