Lula conversa com líderes estrangeiros sobre atos antidemocráticos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversou, na tarde de hoje (9), com alguns líderes estrangeiros sobre os atos antidemocráticos deste domingo (8), que resultaram na depredação dos prédios do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e do Supremo Tribunal Federal (STF). Em postagem nas redes sociais, Lula destacou que todos lamentaram a tentativa de um golpe contra a democracia.

“Conversei por telefone com o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, com o primeiro-ministro de Portugal, António Costa, e com o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, que lamentaram os atos golpistas de ontem e manifestaram sua solidariedade com o povo brasileiro”, escreveu.

Líderes de diversos países condenaram a invasão das sedes dos Três Poderes em Brasília, ocorrida na tarde de ontem (8). Em postagens nas redes sociais, chefes de Estado e de Governo manifestaram solidariedade e ofereceram apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ainda ontem (8), diversos chefes de Estado e de governo foram às redes sociais para condenar os ataques golpistas e manifestar solidariedade ao governo e ao povo brasileiros

No fim da manhã desta segunda-feira, os presidentes dos Três Poderes da República divulgaram nota conjunta em defesa da democracia. No texto, eles dizem rejeitar os “atos terroristas, de vandalismo, criminosos e golpistas” que assolaram o centro de Brasília na tarde de domingo.



Agencia Brasil

Deixe uma resposta