Mobilização na Ucrânia 2024 – onde as intimações podem ser entregues – quais são as regras para atendê-las


A mobilização geral continua na Ucrânia, anunciada devido à invasão em grande escala da Federação Russa. Neste momento, os homens em idade militar recebem convocação e podem ingressar nas Forças Armadas da Ucrânia.

VOCÊ ESTÁ INTERESSADO

O advogado Mikhail Lobunko explicou as regras para entrega de intimações. Ele lembrou que a entrega de intimações ao TCC e SP é regulamentada pela Lei da Ucrânia “Sobre Dever Militar e Serviço Militar” e pelo Procedimento para organização e manutenção de registros militares de cidadãos ucranianos.

De acordo com estes atos normativos, as intimações podem ser entregues aos responsáveis ​​​​pelo serviço militar:

  • no local de residência (estadia);
  • no local de trabalho (treinamento);
  • pessoalmente ao pessoal militar durante o serviço.

A citação deverá ser feita por pessoa autorizada do TCC e SP ou por representante de órgãos governamentais locais.

Durante o período de intensificação da mobilização, bem como em caso de mobilização ou introdução da lei marcial, a entrega da intimação ao cartório de registo e alistamento militar pode ser efectuada a qualquer hora do dia, em qualquer local, incluindo em rua, postos de controle, etc.

Durante o período de intensificação da mobilização, bem como em caso de anúncio de mobilização ou introdução da lei marcial, aumentam os riscos de entrega ilegal de intimações, bem como de abuso por parte dos funcionários dos cartórios de registro e alistamento militar.

Assim, pessoas autorizadas do TCC e de SP poderão tentar cumprir intimações de forma grosseira, sob pressão ou mesmo à força. Podem ignorar injustamente o direito de uma pessoa sujeita ao serviço militar recusar receber uma intimação.

O advogado observou que entregar intimações na rua é uma das formas mais arriscadas de entregar intimações. Nestes casos, o responsável pelo serviço militar não pode garantir que a citação seja feita por pessoa autorizada do TCC e do SP. Ele também não pode se familiarizar com o conteúdo da intimação e recorrer da sua entrega.

Segundo ele, cumprir intimações em postos de controle também é uma forma arriscada de cumprir intimações. Nestes casos, o responsável pelo serviço militar pode encontrar-se em estado de stress ou mesmo de pânico, o que pode dificultar a compreensão do conteúdo da intimação e o recurso do seu serviço.

Em caso de mobilização forçada, são violados os direitos do responsável pelo serviço militar. Pois as pessoas podem ser convocadas para o serviço militar mesmo sem convocação.

Segundo o advogado, hoje o uso da força durante a mobilização é uma violação dos direitos dos responsáveis ​​pelo serviço militar.

O TCC (centro territorial de recrutamento e apoio social) está obrigado a:

  • entregar intimações ao TCC e SP a pessoas autorizadas que possuam documentos apropriados que atestem sua autoridade;
  • proporcionar ao responsável pelo serviço militar a oportunidade de se familiarizar com o conteúdo da intimação e contestar a sua entrega.

O responsável pelo serviço militar tem direito:

  • familiarizar-se com o conteúdo da convocação para o cartório de registro e alistamento militar;
  • recorrer contra a entrega de uma intimação se esta tiver sido entregue ilegalmente.

Existem quatro tipos de convocação na Ucrânia, mas agora os ucranianos responsáveis ​​pelo serviço militar podem receber três deles. Lembramos quais intimações serão entregues em fevereiro.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *