O novo ministro da Defesa alemão fez uma declaração encorajadora sobre “Leopardos” para a Ucrânia

Recém-nomeado ministro da Defesa alemão Boris Pistorius disse isso fornecimento de tanques M1 Abrams para a Ucrânia pelos Estados Unidos não é um pré-requisito para a Alemanha aprovar o fornecimento de tanques Leopard 2. Ele disse isso em entrevista ao canal de televisão ARD, cita Spiegel.

Segundo ele, a decisão final da Alemanha será nesta semana. Muito provavelmente, estamos falando de sexta-feira, 20 de janeiro, quando o próximo reunião do grupo de contato sobre a defesa da Ucrânia na base militar de Ramstein, na Alemanha.

“Não tenho conhecimento de tal relação”, – disse o chefe do Ministério da Defesa alemão, comentando as informações de que a Alemanha estaria pronta para fornecer tanques Leopard à Ucrânia apenas no caso de entrega de tanques Abrams aos Estados Unidos.

Nota 18 de janeiro fez uma declaração semelhante e presidente da Casa Branca Karine Jean-Pierre.

Uma questão direta é se a Alemanha vai concordar com tais suprimentos. Pistorius disse que esta questão era Olaf Scholz discute com o presidente dos Estados Unidos Joe Biden.

“Tenho certeza absoluta de que tomaremos uma decisão sobre esse assunto nos próximos dias. Mas hoje não posso dizer como será.”enfatizou.

Veja também: “Durante a corrida, eles me disseram…”: Scholz foi “trollado” por atrasar tanques Leopard na Ucrânia

Lembrar A Alemanha estava sob “pressão de tanques” dos aliados. Afinal, Olaf Scholz costumava dizer que seu país não fornecerá à Ucrânia tanques modernos de estilo ocidental por conta própriamas apenas em coalizão com outros países. Mas agora há Decisão do Reino Unido de fornecer tanques Chalengere vários outros países estão prontos para fornecer tanques Leopard 2, para os quais precisam de permissão alemã.

A polémica sobre esta questão atingiu tal nível que o Primeiro-Ministro da Polónia Mariusz Morawiecki entregou um ultimato: “A Polônia receberá permissão para transferir tanques alemães para a Ucrânia ou nós mesmos faremos a coisa certa.”



Deixe uma resposta