Oliveira “não fez o que eu queria” com a KTM no MotoGP

O piloto português estreou-se no MotoGP com a Tech3 KTM em 2019, tendo sido vice-campeão na classe de Moto2 com a marca austríaca no ano anterior.

Oliveira venceu cinco corridas em seu tempo com a KTM com a equipe de fábrica e a Tech3 de 2020 a 2022, alcançando o nono lugar como melhor resultado do campeonato em 2020.

Depois de ter saído da equipa de fábrica para dar lugar a Jack Miller e optado por não regressar à Tech3, Oliveira refugiar-se-á na RNF Racing na próxima época, quando começa a parceria com a Aprilia.

Falando em Valência durante o final da temporada de 2022, Oliveira considera seu tempo com a KTM um sucesso, mas sente que sai sem ter alcançado o que queria com a marca.

“Acho que foram quatro anos de sucesso”, disse ele quando questionado pelo Motorsport.com se conseguiu o que queria com a KTM.

“Com certeza as coisas não correram tão bem quanto eu gostaria. Com certeza 2019 e 2020 com meia temporada de lesão definitivamente nos custou muito, alguns bons resultados.

“Mas acho que a progressão estava definitivamente lá desde que comecei em 2019 com as diferentes especificações de moto que os caras trouxeram para um bom nível.

“Acho que saio com a sensação de que não fiz o que queria em termos de resultado.

“Provavelmente mais tempo seria ótimo, mas as coisas estão assim e espero que possamos avançar mais.”

Miguel Oliveira, RNF MotoGP Racing

Miguel Oliveira, RNF MotoGP Racing

Foto por: Gold and Goose / Motorsport Images

Escolhendo um destaque de seu tempo na KTM, Oliveira conquistou sua primeira vitória na MotoGP com a Tech3 no GP da Estíria de 2020, quando venceu Pol Espargaró e Miller com uma jogada na última curva: “A primeira vitória com certeza. A primeira vitória foi ótima.

“Essas duas vitórias nesta temporada [in the wet in Indonesia and Thailand] Eram ótimos. Mas a primeira vitória é a que mais te impacta.”

Oliveira estreou-se na Aprilia na terça-feira após o Grande Prémio de Valência no primeiro teste de pré-temporada de 2023 e foi o piloto líder que trocou de fabricante nas tabelas de tempos no final do dia, em quarto.

Questionado pelo Motorsport.com antes do teste se achava que era o momento certo para deixar a KTM, Oliveira acrescentou: “É o momento certo para aceitar outro desafio. Isso é o que eu sinto.

“Como disse no passado, estou super grato pelas oportunidades que a KTM me deu. Então, a sensação é essa: chegou a hora de partir para outro projeto.”

Oliveira será acompanhado na RNF por outro pária da KTM em Raul Fernandez, enquanto a Tech3 recebe de volta Pol Espargaró e a KTM promove o campeão da Moto2 Augusto Fernandez para ser seu companheiro de equipe.

https://linkmycontent.com/wp-content/uploads/situs-judi-slot-gacor-gampang-menang/

https://threeguru.com/wp-content/uploads/situs-slot-gacor-gampang-menang/

https://www.padslakecounty.org/wp-content/uploads/rekomendasi-situs-slot-gacor-gampang-menang/

https://sandpointmedspa.com/wp-content/uploads/bocoran-situs-slot-gacor-gampang-menang/

https://ihmcathedral.com/wp-includes/daftar-situs-slot-gacor-gampang-menang/

https://irisprojects.com/daftar-judi-slot-online-jackpot-terbesar/

www.techeasypay.com/slot-gacor-online-gampang-menang

https://www.clinicavalparaiso.cl/kumpulan-situs-slot-gacor-terbaik-gampang-menang-resmi/

https://www.forumartcentre.com/wp-includes/slot-gacor/

https://lawschoolsecretstosuccess.com/wp-includes/slot-gacor/

https://threeguru.com/wp-includes/link-situs-slot-gacor/