Pelo menos 38 crianças foram levadas às pressas para o hospital depois que um raio atingiu um acampamento na Alemanha, enquanto 700 jovens foram evacuados

PELO MENOS 38 crianças foram levadas às pressas para o hospital depois que um raio atingiu um acampamento na Alemanha.

Mais de 700 pessoas foram evacuadas imediatamente do acampamento de Pentecostes depois que ele foi atingido por um raio perigoso na tarde de domingo.

Centenas de bombeiros e operadores de resgate chegaram ao local

1

Centenas de bombeiros e operadores de resgate chegaram ao localCrédito: Corpo de Bombeiros do distrito de Soest

O incidente ocorreu depois que uma violenta tempestade passou pelo distrito de Soest, passando pelo acampamento dos bombeiros juvenis.

As autoridades logo dispararam o alarme de “incidente com vítimas em massa” na área.

Mais de 100 bombeiros chegaram ao local para a operação de resgate em grande escala.

Todas as crianças e cuidadores foram evacuados do acampamento e transferidos para edifícios dentro de uma antiga estação de foguetes em Soest-Ruploh.

Ninguém está gravemente ferido, pelo que se sabe.

Um porta-voz do corpo de bombeiros disse ao Bild que “não sabe” se o acampamento continuará “neste momento”.

Thomas Wienecke, chefe do corpo de bombeiros do distrito, disse que cerca de 62 pessoas foram examinadas no local pelos serviços de emergência.

Mais tarde, 38 deles foram enviados para hospitais nos distritos de Soest e Unna para “exames adicionais”.

“As pessoas que estavam por perto sentiram fortemente o raio. Posteriormente, reclamaram de formigamento nos braços e nas pernas.

“Conversamos com todos os afetados e todos se sentem muito bem cuidados. No final das contas, 38 pessoas tiveram que ir ao hospital.

ESTA É UMA HISTÓRIA EM DESENVOLVIMENTO..

The Sun é o seu destino para obter as melhores notícias de futebol, boxe e MMA, histórias da vida real, fotos de cair o queixo e vídeos imperdíveis.Curta-nos no Facebook em https://www.facebook.com/TheSunFootball e siga-nos em nossa conta principal do Twitter em @TheSunFootball.



Fonte TheSun