Seguindo Bigus e ameaçando Nikolov – outro comitê da Verkhovna Rada decidiu recorrer aos policiais


A Comissão Verkhovna Rada de Política Humanitária e de Informação irá apelar ao Gabinete do Procurador-Geral, à SBU, ao chefe do Ministério da Administração Interna, Igor Klymenko, e à Polícia Nacional devido a escutas telefónicas e vigilância de jornalistas Bihus.Info, disse a chefe do comitê, Evgenia Kravchuk. O recurso dirá respeito à verificação da legalidade das ações acima.

VOCÊ ESTÁ INTERESSADO

“Além disso, estamos enviando um apelo ao Gabinete do Procurador-Geral com um pedido para fornecer informações sobre se foram abertos processos criminais pelo crime de ameaça ao jornalista investigativo Yuri Nikolov por pessoas desconhecidas”, acrescentou Kravchuk.

Ela também observou que a Lei da Ucrânia “Sobre os Meios de Comunicação Social” permite o registo voluntário de meios de comunicação online, incluindo jornalistas que trabalham em plataformas como o YouTube. Esse registro, segundo Kravchuk, dá proteção à equipe independentemente da identificação de membro do Sindicato dos Jornalistas.

VOCÊ ESTÁ INTERESSADO

Anteriormente, a associação de jornalistas dos principais meios de comunicação ucranianos e especialistas das organizações de mídia Mediarukh, da qual um dos membros e fundadores é ZN.UA, fez uma declaração sobre pressão sistêmica sobre jornalistas independentes e investigadores, apelaram ao Presidente da Ucrânia para que condenasse tais ações e assumisse o controlo da investigação dos crimes contra os trabalhadores dos meios de comunicação social.

Em particular, a organização lembra que só esta semana a sociedade assistiu ataques ao jornalista do projeto “Nosso Dinheiro” e colaborador regular do ZN.UA Yuri NikolovA A equipe Bihus.Info relatou vários meses de vigilância para seus membros.

Notou um erro?

Selecione-o com o mouse e pressione Ctrl+Enter ou Enviar um bug



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *