Um lutador polonês da legião internacional GUR falou sobre sua motivação para lutar pela Ucrânia


13 de fevereiro de 2024, 10h12

A Rússia atacará a Polônia se derrotar a Ucrânia - voluntário da legião internacional do GUR

© Diretoria Principal de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia

Um soldado da Legião Internacional da Direcção Principal de Inteligência do Ministério da Defesa com o indicativo “Robert” contou porque é que os voluntários polacos estão a lutar ao lado da Ucrânia.

Ele se juntou à Legião Internacional do GUR MO em 2022 e falou sobre sua motivação, diz o vídeo de inteligência.

“Durante esta guerra, percebi que a Rússia é inimiga não só da Ucrânia, mas também inimiga da Polónia e de toda a Europa. A Rússia, tendo conquistado a Ucrânia, não teria parado, e estou 100% convencido de que teria ido para a Polónia, Moldávia, Estónia e outros países. Estou convencido de que os russos devem ser detidos na Ucrânia”, afirma o voluntário polaco Robert.

Notou um erro?

Selecione-o com o mouse e pressione Ctrl+Enter ou Enviar um bug



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *